sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Crua e cruel






Quero a minha volta pessoas interessantes e bem vestidas. Pessoas inteligentes. Pessoas que façam mais do que contar piadas e passar cantadas. Quero pessoas que me façam pensar. Que me deixem esperando, que esperem por mim. Que me amem mas não precisem de mim. Quero pessoas com um espírito de liberdade! Com sentimentos domesticados. Se for pra ficar bêbado que seja de vodka, não de um amor que deixa a vida sem sentido. Quero pessoas que virem meu olho, arrepiem minha pele e não fofoquem sobre minha intimidade com o primeiro babaca que se faz de amigo, ou com a família, o cachorro, o gato do muro. Que não seja eu há dois anos atrás, que não faça drama. Porque drama é uma coisa idiota, cômica e inútil. Drama você divide só com seus melhores amigos, pessoas que sabem que você é bem menos patético do que o ser humano com pena de si e querendo chamar atenção que está gritando na frente dele. Drama é coisa de menininha, e eu, depois de alguns aninhos convivendo com mais homens do que mulheres sabendo mais de futebol que meu pai e meu irmão, aprendendo a ter postura e a aceitar as coisas como elas são, me tornei machinho demais. Não que eu não tenha minhas recaídas, minhas mulherzices... mas o clichê me cansa muito. Quero pessoas que gostem de samba, e que não gostem só porque eu gosto. Pessoas que não se achem espertas, porque na maioria das vezes, as que acham que percebem tudo, que sabem de tudo, que me conhecem muito. São as que menos conhecem!  Quero amor, felicidade, desprendimento, comédia... só que de uma forma menos ordinária. E ah! Quero ter mais cuidado com meus desejos também.

FIKDIK

"Enquanto não superarmos a ânsia do amor sem limites, não podemos crescer emocionalmente. Enquanto não atravessarmos a dor de nossa própria solidão, continuaremos a nos buscar em outras metades. Para viver a dois, antes, é necessário ser um."
 
Fernando Pessoa

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

PRINCESS


Só porque a Ashley tá muito digna nesse ensaio para a InStyle da Rússia!

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

É coisa de criança

 
 
"Se essa rua, se essa rua fosse minha
Eu mandava, eu mandava ladrilhar
Com pedrinhas, com pedrinhas de brilhante
Só pro meu, só pro meu amor passar

Nessa rua, nessa rua tem um bosque
Que se chama, que se chama solidão
Dentro dele, dentro dele mora um anjo
Que roubou, que roubou meu coração

Se eu roubei, se eu roubei teu coração
Tu roubaste, tu roubaste o meu também
Se eu roubei, se eu roubei teu coração
Foi porque, só porque te quero bem."

-

Como ando sem inspiração. Deixo as músicas inspirarem por mim.

- Qual o sentido de me dar uma rua?
- Não gostaria de receber a rua que escolhi pra ti? - ela entristeceu-se-
- Não antes de ganhar teu coração.

sábado, 14 de agosto de 2010

Musical, Brazyl... Musical!



Eu quero, mas não posso evitar
Eu amo a sua sensação
Me deixou presa entre a minha fantasia e o que é real
Eu preciso quando eu quero,
Eu quero quando não
Digo a mim mesma que vou parar todo dia,
Sabendo que não vou

Eu tenho um problema e eu... Não sei o que fazer a respeito
Mesmo se eu soubesse, eu não sei se duvidaria
Eu estou dominada por este pensamento...

E eu sei o quanto isso é verdade
and i know this much is true
Baby, você se tornou meu vício,
you have become my addiction
Estou tão presa a você
Eu mal consigo me mexer,
Mas eu gosto disso

Então, e é tudo por sua causa
E é tudo por sua causa
Nunca consigo o bastante
Ele é a melhor droga

Penso nisso toda hora
Não consigo fazer nada
Só penso na próxima vez
Eu estou a obter a mim
Sei que deveria ficar longe disso,
Porque não é bom para mim
Eu tento e tento mas minha obsessão
Não me deixa sair

(because of you - ne-yo)

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Parabéns pra você!




É uma loucura. Lamento por aqueles que nunca sentirão igual. Por todos os lados uniformizados de preto e brancos juntos olhando para o campo. Entra a torcida adversária, e começa o primeiro delírio, as vaias que começam de longe e quando você se dá conta já estão saindo da sua boca. Você olha para um lado, para outro, todos apreensivos, olhando para o campo, esperando pela mesma coisa. Flashbacks te ocorrem todo o tempo. Garricha. Nilton Santos. Didi. Túlio Maravilha...Maicosuel. E começa a subir o enjôo, algo que embrulha o estômago e sobe. Até chegar a garganta, com aquele gosto doce, e a sensação de que você nunca mais será triste na vida. São eles! Honra o manto, chuta a bola e esquenta a torcida, Botafogo.

106 anos de glórias!
Parabéns, Botafogo. 

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Certas vezes eu acho que Deus sopra nos ouvidos da Tati, tudo aquilo que eu por alguma limitação, tremedeira ou demência mental, eu não consigo escrever, apesar de cada fibra do meu corpo, gritar exatamente isso.

"Eu sei, eu sei, o eterno clichê “isso passa”. Passa sim e, quando passar, algo muito mais triste vai acontecer: eu não vou mais te amar. É triste saber que um dia vou ver você passar e não sentir cada milímetro do meu corpo arder e enjoar. É triste saber que um dia vou ouvir sua voz ou olhar seu rosto e o resto do mundo não vai desaparecer. O fim do amor é ainda mais triste do que o nosso fim. Meu amor está cansado, surrado, ele quer me deixar para renascer depois, lindo e puro, em outro canto, mas eu não quero outro canto, eu quero insistir no nosso canto. Eu me agarro à beiradinha do meu amor, eu imploro pra que ele fique, ainda que doa mais do que cabe em mim, eu imploro pra que pelo menos esse amor que eu sinto por você não me deixe, pelo menos ele, ainda que insuportável, não desista."   
Tati Bernardi

hehe

A boa notícia? Já é verão em Nova York, e segundo o lookbook de uma certa Nova Yorkina, por lá, no verão, as ankle boots ainda reinam! HAHAHAHA nem gostei de saber né?


terça-feira, 3 de agosto de 2010

KATY DIGNA!

A pin-up mais linda da face da terra,  Katy Perry, será a próxima capa da Rolling Stones.  Mas não minhas flores, esse não é o motivo do post. O motivo é que, durante a sessão de fotos, a gata criticou quem mistura sexo com espiritualidade. E eu achei MUITA DIGNIDADE da parte dela, se colocar contra a ofensa  feita à Igreja Católica, mesmo ela sendo da Igreja Protestante. Arrasou, beesha!

"Não gosto que Russell (Brand, seu noivo) fale o nome de Deus em vão e nem que a Lady Gaga coloque um terço na boca. Acho que quando você coloca sexo e espiritualidade na mesma garrafa e sacode, coisas ruins acontecem. Eu sei, eu disse 'I kissed a girl'. Mas eu não disse isso transando com um crucifixo", disse.