terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Seu jeito





Não está na forma como você me olha, ou na forma como você põe a mão na minha cintura. Não está no seu jeito de falar, ou no seu jeito de sorrir. Está na forma como eu olho quando estou contigo. Na forma como eu falo, como eu sorrio quando estou contigo. Está na forma como nada dói, por mais que a ferida ainda esteja lá. Está na forma como as coisas ficam mais simples e mais engraçadas, como que em um passe de mágica. Está na forma como as coisas continuam difíceis, na forma como os antigos fantasmas continuam assombrando... e ainda sim, você consegue me fazer gostar mais de você a cada dia.

2 comentários:

Caroline ; disse...

uma lindeza de texto amor *-*

Juliana Poiares disse...

Obri, Carol ♥