quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Para com isso, garoto!

Espero que dor passe. Sinceramente, sequer espero, porque a certeza de que ela passará é tanta, que me rouba motivos para aflição. Lembro de como tudo era inocente no começo; você me irritava e gostava de me ver sorrir. Meu sorriso era - é - torto mas era seu sorriso favorito. Eu fazia que não, dava de ombros, alimentava o ego o quanto podia, mas por trás da máscara, meus olhos queriam brilhar. Enquanto eu me escondia com parte do cabelo, você caçava as covinhas no meu rosto. Eu ficava com raiva de você, você explodia de raiva de mim, mas o jeito que você me olhava, nunca ninguém me olhou. Nem você olha mais. Era o jeito de me segurar, de me fazer rir, de fazer besteira pra chamar minha atenção, o jeito que alguma parte de você tinha de sempre saber, que toda a irritação causada era pra esconder minha satisfação, esconder o quanto eu gostava, o quanto eu queria calar a boca de todo mundo com um palavrão e a sua com um beijo. Meti os pés pelas mãos, tomei decisões certas em épocas erradas. E tudo o que sobrou foi um monte de porcelana quebrada e uma foto, que... merda! Odeio admitir o quão difícil é me livrar dela. Um dia me perguntaram o motivo d'eu ter tirado uma certa foto do meu mural, respondi que era porque a recordação não significava mais nada pra mim, e em seguida, me perguntaram então por que diabos eu ainda não tinha tirado a sua, se a situação era basicamente a mesma da foto retirada. Não soube responder, não soube sequer inventar algo que "tapeasse", deixei passar e agradeci a Deus por ser a Carol perguntando. Orgulho estúpido que acabou com tudo, que me afastou de você. Orgulho que hoje só serve pra me fazer olhar tuas mudanças, e sentir cada terminação nervosa do meu corpo estremecer e ficar dolorida. Espero que nunca doa tanto em você, que quando também enxergar minhas mudanças, ou simplesmente enxergar mudanças no mundo, você olhe pra trás com a certeza de que faria igual se precisasse fazer de novo. Que se não deu certo, pelo menos você fez o que pode. Espero que nunca sinta um cristal escorregar por suas mãos e quebrar porque você resolveu se distrair em outras pedras. Espero que você seja feliz. Por mais irônico que isso pareça, foi com você que eu aprendi, que as pessoas não são substituíveis. Apesar disso, me alegro em saber, que dentro do seu coração tem alguém muito especial, ocupando o lugar que eu nunca soube aproveitar.

"E quando seus planos se desfazem na areia
O que você desejaria se você tivesse uma chance
?"

Airplanes - B.O.B feat. Hayley Williams



OBS: Só explicar que esse post é um em um milhão, vocês dificilmente me verão tocando nesse assunto de novo porque exije demais de mim emocionalmente, é algo que fiz apenas pera tirar um pouco do coração algo que pesa tanto e vive sendo tão reprimido. Superaconselho porque é, ... , acho que a palavra é libertador. Have fun, bitches ♥

5 comentários:

Bruninha Andrade disse...

me surpreendeu! Parabéns.

Juliana Poiares disse...

Obrigada, flor ♥

Mamãedizquesoulinda disse...

MUITO lindo, Ju! Bjs Carol:*

Juliana Poiares disse...

Obrii, Carol ♥

Caroline ; disse...

eu devia ter lido esse texto antes, que amor *-*