sábado, 6 de fevereiro de 2010

Fundamental é mesmo o amor

AVISO IMPORTANTE ANTES DE LEREM O TEXTO: Guys se vocês acharem que tá sufocante esse lance de postar todo dia, ou em algumas vezes duas vezes por dia me avisem (garotadef@zipmail.com.br). É que sempre que me dá inspiração pra escrever ou eu vejo alguma coisa digna de post, eu acabo postando. Mas qualquer coisa... só mandar um e-mail que a gente resolve. Porção de beijo em vocês!!




Pode ser por um garoto, uma matéria ou uma comida. Mas você precisa de amor. Você precisa chegar em casa e ter alguém te esperando, nem que seja um calopsita temperamental e uma mensagem na secretária eletrônica. Pode até ser um e-mail, um scrap, um depoimento... mas você precisa saber que em algum momento do dia ou da noite, alguém pensou em você. Ou algum passarinho de topete, sentiu falta das sementes no potinho que só você põe. Você precisa comer aquele bolo de cenoura Domingo depois da Missa, e tomar um bom café antes e depois do trabalho, naquela cafeteria que você nunca confirmou, mas algo te diz que o garçon te xaveca. Você precisa sair Sábado a noite, e esperar por alguém em um barzinho com um baton vermelho e um colete jeans manchado... ou sair de casa atrasada, porque sabe que lá tem alguém te esperando. Pode ser seu namorado,suas melhores amigas ou um copo de cerveja... ou os três juntos, só para você ter o prazer de dizer: Galera, quantas vezes terei que dizer que odeio cerveja? E eles vão rir, por você além de chegar atrasada ainda questionar o cardápio. Você precisa saber que quando ligar o computador não será por nada, apesar de ter essa sensação. Você precisa de um cabide na entrada da sala do seu apartamento, pra colocar seu sobretudo nos dias de chuva e depois precisa de um chuveiro bem quente, de uma cama bem fofa e de uma comédia romântica bem cafoninha, só pra você rir e chorar ao mesmo tempo. Você precisa ouvir a resposta do seu assovio vindo da cozinha, precisa deitar no colo da sua mãe e se permitir o desespero. Você precisa daquele livro na casa de praia. Você pode não precisar de caixas de bombom, presentes caros e cervejada todo final de semana... mas você precisa saber, que tem momentos certos na semana, que as pessoas lembram de você. Que você não é sozinha, e nem precisa ser. Afinal, sua vida não valeria nada se toda Segunda-feira você não acordasse fula da vida, porque a mal comida da sua chefe quer que você faça milagre com a notícia de quinta que ela arrumou pra você estampar o rodapé da revista. Sua vida seria um saco, se o seu namorado não fosse tão estranho, tão cheio de defeitos e não se metesse tanto nas suas coisas. Sua vida valeria menos ainda, se seus amigos e sua família não fossem tão absurdamente preocupados com você, daquele tipo que faz compras na farmácia pela internet e manda entregar na sua casa. Você não sabe viver sem as pessoas... nem sem o garçon tarado com cara de psicopata que te atende há 1 ano e 4 meses mas sempre te traz café com açúcar só porque sabe que é a única maneira de você trocar alguma palavra com ele: É sem açúcar moço, por favor. A gente fica infeliz as vezes, porque aceitamos a solidão... sempre esquecendo que todo dia, tem gente que nunca se esquece de nós.

Um comentário:

Sérgio Júnior disse...

Pois as grandes coisas são formadas na beleza dos detalhes. E cada ponto e cada nó são especialmente importantes nessa grande colcha de retalhos e bordados que é a Vida.